Óleo de Gengibre: Santo remédio!

Autor: Dr. Humberto Arruda

13/10/2020

O óleo de gengibre tem inúmeras propriedades, entre elas uma ação anti-inflamatória que o torna um dos remédios caseiros mais potentes que você pode  utilizar, para aliviar a dor e o enjoo. Ele é extraído da raiz fresca do gengibre, um rizoma subterrâneo, pungente de aparência peculiar, que tem como característica ser quente, picante e energizante.

O gengibre tem sido valorizado há milhares de anos por suas propriedades medicinais e culinárias, em particular nas antigas civilizações chinesas, indianas e gregas. Na medicina ayurvédica, gengibre é considerada uma planta  de  vital importância.

Atualmente, o gengibre é um dos ingredientes alimentares mais flexíveis, pode ser comido fresco ou seco, infundido  como chá ou ralado para ser acrescentado ao seu suco verde. A raiz seca é a fonte de tinturas e suplementos, também é transformada em óleo de gengibre, um óleo energético e estimulante com uma ampla gama de usos.

O óleo de gengibre tem uma consistência fina e uma cor amarelo clara, com um aroma  agradavelmente pungente. O aroma do óleo de gengibre varia de acordo com a destilação e a qualidade de gengibre utilizado. No entanto, diz-se que o óleo de gengibre com aroma superior é aquele que provém da destilação da raiz fresca do gengibre. O óleo do gengibre também é um forte candidato para aliviar a dor e também promover uma boa circulação sanguínea, além de transtornos digestivos como náuseas, indigestão, diarreia e até enjoos matinais.

Os muitos benefícios do óleo de gengibre são atribuídos às propriedades anti-inflamatórias, digestivas, expectorantes, antissépticas, analgésicas e estimulantes. É útil para aliviar vários problemas de saúde, como:

1 - Problemas relacionados a estômago e intestino — O óleo de gengibre ajuda a promover uma boa digestão e pode ser um ótimo remédio para espasmos, dispepsia, indigestão e flatulência. Também pode aumentar o seu apetite, o que é ótimo para as pessoas que estão tentando ganhar peso.

2 - Intoxicação alimentar — As propriedades antissépticas e carminativas (gases) do óleo de gengibre podem ajudar a tratar a intoxicação alimentar, bem como infecções intestinais e disenteria bacteriana.

3-Malária e febre amarela — Um estudo descobriu que o óleo de gengibre pode ajudar a repelir os mosquitos Anopheles culicifacies, que são os principais transportadores da malária na Índia.

4-Problemas respiratórios — O óleo de gengibre pode ajudar a aliviar e tratar a tosse, gripe, asma, falta de ar e bronquite. O gengibre fresco pode realmente remover o muco da garganta e dos pulmões, e geralmente é adicionado ao chá por seus efeitos calmantes.

5 - Dor — O gengibre e o óleo de gengibre podem ajudar a reduzir as prostaglandinas, que são os compostos associados à dor, particularmente a dor após o exercício.

6 - Doenças cardíacas — O uso regular do óleo de gengibre pode ajudar a reduzir o risco de coágulos sanguíneos e arteriosclerose, bem como ajudar a diminuir os níveis de colesterol ruim no seu sangue. Os adultos que consomem gengibre diariamente podem reduzir seu risco de doença cardíaca coronária em 13%, com a probabilidade de a doença diminuir quando a ingestão diária de gengibre aumentar.

7 - Hipertensão — Os adultos que consomem gengibre diariamente têm um risco oito por cento menor de desenvolver hipertensão (pressão alta). Um estudo de 2005 revelou que o gengibre pode reduzir a sua pressão sanguínea através do bloqueio de canais de cálcio dependentes da tensão.

8 - Doença crônica — Uma pesquisa publicada na revista Nutrition sugere que a ingestão diária de 2 a 4 gramas de gengibre diariamente pode ajudar a prevenir doenças crônicas.

Existem pessoas que são sensíveis à raiz do gengibre, elas não devem utilizar o óleo de gengibre. Entre os efeitos colaterais relatados estão azia, feridas na boca, náuseas e erupções cutâneas (quando aplicados topicamente), nestes casos você não deve utilizar o óleo de gengibre.

Desde que não seja usado em concentrações muito fortes, o óleo de gengibre geralmente é seguro, pois não tem toxidade e não causa irritação. Mas, como todo óleo essencial, se você for utilizar na pele faça um teste antes, coloque uma gota sobre a pele, espalhe e espere alguns minutos para ver se você vai apresentar alguma reação. Isto é o que chamamos de teste cutâneo alérgico, para ver se você vai ter alguma reação alérgica. O óleo de gengibre pode ser foto tóxico, portanto, evite aplicá-lo em áreas da pele que serão expostas ao sol dentro de 24 horas após a sua aplicação. Não aconselho às mulheres grávidas e mães lactentes a usar o óleo de gengibre, mesmo que ele tenha sido considerado útil para enjoos matinais.

R. Padre Carapuceiro, 752
Ed. Vicente do Rego Monteiro 
Sala 1201
Boa Viagem
51.020-280

+55 81 99897 5519
contato@DRHUMBERTOARRUDA.COM.BR

ASSINE NOSSA NEWLETTER

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone

desenvolvido para humberto arruda. 2019. por nunes    MDB